Estúdio.01 - FotoOlhar

Ir para o conteúdo

Estúdio.01

Estúdio Caseiro
Índice
(Em ordem de lançamento)
Estúdio Caseiro 07 - Farolete - Led 01 •
Estúdio Caseiro 06 - Traquitanas 01 • Estúdio Caseiro 05 Rede Elétrica • Estúdio Caseiro 04 Softbox 01 •
Estrúdio Caseiro Introdução 03 • Estúdio Caseiro Introdução 02 • Estúdio Caseiro – Introdução -01 •
Estúdio Caseiro – 07 Farolete/Led 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Out./21
• O uso de farolete de led é uma opção interessante, seja para iluminação do fundo ou do elemento principal, ou ainda, como luz de enchimento. Usei um farolete de led pequeno, mas potente e sua função foi iluminar o fundo. O interessante são as possibilidades de exploração da iluminação.
• Você poderá usar faroletes de tamanhos diferentes, eu fiz uma traquitana, mais precisamente um tubo de papel e fita silver revestindo externamente que coloquei na frente do farolete para modificar a luz. Este farolete tem a possibilidade do foco zoom. Bom trabalho!
Estúdio Caseiro – 06 Traquitanas 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Set./21
• Nesta matéria apresento imagens de traquitanas criadas por mim para economizar e estas podem ser usadas com flash dedicado (o da câmera) ou com led (luz contínua), minha preferência. Utilizo papel, papelão fita adesiva silver, portanto traquitanas que não suportam calor intenso, mais tarde mostrarei outras opções que suportam calor.
• Você poderá usar embalagens plásticas ou de metal, para isso, será necessário um material específico. Nesta matéria o objetivo é apenas apresentar algumas opções de modificadores caseiros, serão quatro exemplos. Os modificadores estão um pouco surrados, isso devido ao uso contínuo, em outra matéria mostrarei como funcionam. Boa pesquisa e criação! Ah! Boa fotografia!
Estúdio Caseiro – 05 Rede Elétrica
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Mai./21
• A rede elétrica precisa atender às necessidades de estúdio, o importante é evitar o uso de réguas com diversas tomadas, mas elas são úteis em algumas situações. Ter pelo menos sete tomadas, pelo menos uma do lado oposto ao estúdio.
• É importante ter uma caixa de luz própria com disjuntores. A rede deve ter fiação ou cabo adequado à tensão e sempre em paralelo, nunca em série.
• A rede poderá ter corrente de 110 ou 220 V. Cuidado com o equipamento, verificar se ele é idêntico à sua rede. Pode ser necessário o uso de transformadores, não estou falando de nobreak.
• Um eletricista profissional é a melhor opção para uma instalação segura, afinal das contas você terá aparelhos e iluminadores caros, inclusive as câmeras e suas baterias, sem falar em computador ou notebook.
• O desenho é apenas ilustrativo, tudo vai depender do espaço, das necessidades e o quanto você pode gastar. Um espaço grande pode ser necessário instalar tomadas suspensas.
• Bom trabalho!
Estúdio Caseiro – Softbox 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Abr./21
• Você não precisa gastar fortunas para montar seu estúdio caseiro, neste exemplo começo com um estúdio para still, ou seja, para fotografia de produtos, alimentos, bebidas etc. Basta ter um pouco de paciência e você mesmo fazê-los, não é difícil e dá resultado.
• Esse pode ser montado para flash e ou led, mas não serve para sistema de iluminação com lâmpadas que aqueçam muito. Eu prefiro trabalhar com luz contínua, por vários motivos, como, ter facilidade no ajuste da câmera, da iluminação e até na composição. O led é um sistema de iluminação fria e que vai ocupar espaço por ser mais econômico, ter produtos de variadas potências e cores.
• Voltando ao softbox, na realidade um mini softbox, pois atende seu objetivo. Ainda não confeccionei um maior, mas vou fazê-lo, para isso é necessário o seguinte material:
 
1) Papel cartão preto 180 g/m².
2) Papel cartão branco 180 g m².
3) Papel laminado prata e dourado 180 g m², tamanho mínimo A3, mas se for produzir um softbox grande precisará ser A2.
4) Cola de secagem rápida para artesanato ou cola branca para madeira, não usar cola amarela para madeira.
5) Tesoura e estilete.
6) Fita velcro rolo macho e fêmea 3 m no mínimo.
7) Fita Silver Tape preta, para reforço.
8) Espátula de plástico para espalhar a cola, mas pode ser um papelão revestido com Silver Tape.
 
• Essa proposta pode ser produzida para lede circular pequeno ou retangular, também pequeno. Veja abaixo duas imagens do softbox em uso. Na próxima matéria disponibilizaremos como fazer com modelo em PDF em escala ou não, mas com as medidas. Boa criação!
Estúdio Caseiro – Introdução - 03 - O Espaço
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Mar./21
• A altura do pé direito faz a diferença, o ideal é que tenha mais de três metros, mas nem sempre é possível o que pode interferir em determinadas capturas fotográficas, na colocação de iluminação contínua ou flashs e as parafernálias que eles exigem.
• Reserve uma área para as capturas, nesta não colocar armários, mesas, cadeiras, ou seja, nada que poderá interferir durante as capturas. É muito importante que você ou o/a modelo tenham um espaço onde possam se movimentar, sentar-se no chão e até se deitar.
• Você tem que decidir se prefere luz contínua, não se trata de lâmpadas comuns, mas sim para estúdio e ou externas. Caso decida por flash você terá duas opções, os flashs para estúdio ou os dedicados, isso mesmo, estes flashs são ótimos e proporcionam resultados interessantíssimos, profissionais.
• Ter facilidade de acesso a um banheiro, mas esse não pode interferir no espaço do estúdio. Vou reforçar uma recomendação, tenha uma caixa de luz que atenderá apenas ao estúdio, com seus respectivos disjuntores.
• No lado oposto da área de trabalho um espelho de parede com uma pequena mesa e uma cadeira ou banco. Do lado um pequeno armário para se colocar bolsas e até acessórios do estúdio.
• Os custos podem ser bem reduzidos caso você faça seus acessórios, daremos algumas dicas e sugestões.
Estúdio Caseiro – Introdução - 02 - O Espaço
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Mar./21
• Você poderá utilizar diversos espaços para a montagem de seu estúdio, inclusive em espaço aberto, mas é muito comum a utilização inicial de garagens. Raramente quem está iniciando irá comprar ou alugar um imóvel para montagem de seu estúdio, são espaços úteis para estúdio:
1. Quartos; 2. Garagens; 3. Dependência no fundo da casa; 4. Varanda, mas terá que ser fechada; 5. Galpão; 6. Até em uma barraca de camping grande, onde seja possível ficar em pé e tenha uma boa altura, ideal para foto still, provavelmente será preciso ter um sistema de refrigeração simples, mais tomadas.
• Nestes espaços é ideal que tenha uma caixa de luz própria, não me refiro ao relógio, pelo menos cinco tomadas independentes, pode-se usar régua de energia, mas é recomendado que seja de ótima qualidade, porém elas não são muito caras. Para barracas é recomendado a montagem de caixas para as tomadas, podem ser de madeira, evitar ficar em contato direto com o piso e parede da barraca. Ter pelo menos um extintor. Usar sistema de iluminação à bateria ou pilha.
• O pé direito ideal é acima de três metros, mas com menos também é possível montar um bom estúdio.
• Um espelho e duas mesas, uma encostada no espelho e outra para seu PC ou notebook. Estes poderão estar ligados a um nobreak, aumenta a segurança dos aparelhos e sua durabilidade. Ter uma impressora jato de tinta, os modelos com tanque, também é uma opção principalmente para foto still. Bom início de montagem!
Estúdio Caseiro – Introdução - 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior – Mar./21
• Esta seção do site FotoOlhar conterá sugestões para a montagem de estúdio com a produção de assessórios própria, evitando desta maneira grandes gastos. Muitos profissionais fazem isso para baixar o custo.
•  Estúdios para fotografia com modelo, still, culinária etc. Sugestões que tem baixo custo e funcionam, com resultados interessantes e profissionais. Existem diversos cursos pagos que ensinam a fazer este assessórios, este é grátis.
• São soluções que podem possibilitar em pouco tempo permitir que você ganhe dinheiro com a fotografia, por exemplo, com fotografia de produtos para internet em um estúdio still.
• Sugestões para iluminação, cenário, rebatedores, suportes para fundo etc.
• As lâmpadas de Leds são ótimas e tem custo mais baixo do que os flashs dedicados ou de estúdio. O flash dedicado, para quem não sabe, é o flash que vem com a câmera DSLR e que podem ser usados fora da câmera, o que não é permitido com os flashs fixos das câmeras compactas e smartphones.
• Boa montagem de seu estúdio!
Direitos Autorais
• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoOlhar.com, antigo FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por escrito fornecida pelo responsável, acima descrito.
Voltar para o conteúdo